Forte concorrência abre a disputa pela titularidade no ataque do Palmeiras

01131496

Scarpa, Hyoran e Dudu são algumas das opções ofensivas do elenco Alviverde (Foto: Sergio Barzaghi / Gazeta Press)

Visto como um dos melhores elencos do país, o ataque do Palmeiras é um dos setores mais em aberto para a sequência desta temporada. Após a venda de Keno, o retorno de Scarpa e a realização dos três amistosos na intertemporada feita na América Central, o setor ofensivo pode sofrer mudanças para a sequência desta temporada.

No começo de seu trabalho, Roger havia optado pelo trio formado por Dudu, William e Borja como o ataque alviverde. Porém, na sequência de jogos o atacante Keno conseguiu assumir uma vaga e disputou por um lugar no time titular. Já no final do semestre, o meia Hyoran começou a ser utilizado como ponta e vinha desempenhando bem a função.

No entanto, esse cenário mudou bastante nesse quase um mês sem jogos oficiais. Primeiro o atacante Keno foi vendido e não faz mais parte do elenco do Verdão. Borja, que esteve na Rússia para a disputa da Copa pela seleção da Colômbia, operou o joelho e deve desfalcar a equipe por até seis semanas. Além disso, Hyoran, que era visto apenas mais uma opção para o setor, chamou bastante atenção nos amistosos feitos na intertemporada e pode seguir tendo chances na equipe titular.

Vale lembrar também que, por mais que o clube se mostre pouco receptivo a ideia de vender o atacante Dudu, o Shandong Luneng parece bastante disposto a contratar o camisa 7, o que poderia representar mais uma perda para o setor. Apesar da permanência ainda ser uma certeza, é certo que o atleta não poderá enfrentar o Santos, já que terá de cumprir uma suspensão automática após ser expulso no duelo contra o Flamengo.

O meia Hyoran deve ser um dos atletas que poderá ser beneficiado com essas possíveis mudanças no ataque alviverde. Autor de quatro gols nos três amistosos ocorridos na América Central, o camisa 28 prefere não pensar se será o titular no setor no segundo semestre, e fez questão de ressaltar como a forte concorrência do elenco qualificado ajuda no seu desenvolvimento como atleta.

“A concorrência é algo muito bom. Aqui o nível é muito alto. Cada dia há uma exigência maior sobre os jogadores. Com isso nos evoluímos e buscamos ir aprimorando, pensando sempre no melhor para o grupo. Todos querem jogar e para isso tem que desempenhar bem. Dessa forma o grupo sempre sai ganhando”, afirmou.

Questionado sobre as possíveis mudanças no setor ofensivo do Palmeiras, o técnico Roger Machado não descartou inclusive a chegada de algum novo jogador para o ataque.

Mesmo com essa indefinição no setor ofensivo para o segundo semestre, o Verdão segue sua preparação focada no próximo compromisso oficial do clube, no próximo dia 19 de julho, o clássico contra o Santos, na reabertura do Campeonato Brasileiro após a pausa para a Copa do Mundo.

O post Forte concorrência abre a disputa pela titularidade no ataque do Palmeiras apareceu primeiro em Gazeta Esportiva.

Fonte: Gazeta Esportiva