Antônio Carlos sente, mas Roger minimiza erros e descarta mudanças

01092932

Antônio Carlos e as falhas consecutivas nos últimos jogos voltaram a ser assunto na reapresentação do Palmeiras, nesta sexta-feira. O técnico Roger Machado admitiu que o zagueiro sentiu os erros em sequência, mas destacou a função coletiva para que não ocorram e descartou sacá-lo da equipe titular.

“Sentir, sim. O atleta tem que sentir (as falhas). Sabemos como é quando a gente participa de eventos como esse dentro de um jogo. O Antônio vinha fazendo uma grande partida contra o Boca, assim como na decisão contra o Corinthians. Está seguro em 90% das partidas. É um pouco injusto a gente avaliar exclusivamente por dois eventos. Eu tenho por preferência recuperar o jogador dentro do campo. Temos que perceber em que momento o atleta está, a confiança que ele tem para continuar em alto nível”, disse o comandante, antes de abordar falar sobre as outras opções para a zaga.

“Tenho o Edu à disposição, tenho outros zagueiros, mas não vejo nesse momento a obrigatoriedade de mexer e gerar uma perda maior de confiança nesse atleta (Antônio Carlos), que vem atuando muito bem, assim como o Thiago”, completou.

Antônio Carlos, que integrou a seleção do Campeonato Paulista e vinha sendo destaque do Verdão na temporada até a última semana, falhou nos últimos dois jogos do Palmeiras. Mesmo assim, o zagueiro recebeu o apoio dos companheiros e do técnico Roger Machado.

Contra o Corinthians, o defensor errou na marcação e ‘deu o fundo’ a Mateus Vital, que fez o passe para Rodriguinho marcar. Já contra o Boca Juniors, furou um chutão da defesa argentina, que acabou sobrando para Pavón e resultou em gol de Tevez. Roger, entretanto, destacou as falhas defensivas em ambos os casos.

“No gol contra o Boca, não posso, posicionado, ver meu lateral tomar uma bola nas costas. Contra o Corinthians havia dois jogadores para fazer a cobertura. Se um comunica ao outro que está fechando o meio, o outro fecha o fundo e a gente minimiza a falha. Há um contexto coletivo nas falhas individuais. Não há necessidade de terra arrasada. Há ajustes a serem feitos”, finalizou.

Em 21 jogos na temporada, o Palmeiras sofreu apenas 12 gols. Mesmo assim, as falhas consecutivas do sistema defensivo contra Corinthians e Boca Juniors fazem com que a diretoria alviverde intensifique sua busca por um novo zagueiro.

O post Antônio Carlos sente, mas Roger minimiza erros e descarta mudanças apareceu primeiro em Gazeta Esportiva.

Fonte: Gazeta Esportiva